O IMPÉRIO DO MAL CONTRA-ATACA... DE NOVO - OLHAR CONSERVADOR

segunda-feira, 22 de julho de 2019

O IMPÉRIO DO MAL CONTRA-ATACA... DE NOVO












por Delmo Fonseca

Jamais devemos nos esquecer de que “os filhos das trevas são mais astutos do que os filhos da luz”. E mais: o mal não descansa um segundo sequer. Para aferir estas observações, basta analisarmos como a mídia mainstream propaga desinformações e narrativas falsas, as famigeradas “fake news”. Decerto o bonde da história nunca fora tão progressista.

O ímpeto revolucionário dos que defendem a destruição de tudo que foi edificado até agora para, assim, construir um “admirável” mundo novo, se mostra cada vez mais ousado. Os progressistas chamam de evolução cada centímetro conquistado no campo da cultura. O que antes se colocava à margem da lei foi, aos poucos, incorporado, isto é, legalizado. Incluir é preciso: Maconha? Legalize já. Aborto? Meu corpo minhas regras. Gênero? Um mero constructo cultural. E quanto às novas comorbidades sociais? Homofobia, transfobia, gordofobia, xenofobia etc. São sintomas dos “discursos de ódio” praticados pelos conservadores da extrema-direita, seres retrógrados que valorizam a família, o patriarcado, a liberdade individual, a propriedade privada e creem em Deus.

A cada dia percebemos que o império do mal possui um vasto repertório, de modo a inverter valores tão fundamentais para a sociedade como o princípio da justiça. No Brasil, especificamente, testemunhamos a tentativa de libertar um ex-presidente corrupto e incriminar juízes e procuradores que agiram em conformidade com a lei. Para que os fins justifiquem os meios, até mensagens hackeadas são "legitimadas" por parte da imprensa a fim de reforçar a narrativa de que no país há presos políticos. Nem mesmo na ficção vemos tal afronta ao Estado Democrático de Direito. Há em curso um conluio com vistas a restabelecer o regime cleptocrático em que o poder é exercido a partir da perspectiva dos ladrões.

A Suprema Corte, por sua vez, tem se colocado como um bunker disposto a salvaguardar os antigos “donos do poder”, pois seus ministros não toleram ser questionados, criticados e constitucionalmente confrontados. Suas decisões monocráticas e dissonantes com a vontade do povo atestam o quanto estes se veem como membros do Olimpo. Quanto aos nossos legisladores, como podemos avaliar os congressistas que se opõem ao pacote anticrime? Se não coadunam com a cleptocracia, o que justifica tal oposição? Estes rejeitam a prisão em 2ª instância e ao mesmo tempo acusam os que agem segundo a lei de cometerem abuso de autoridade.

A julgar pela conclusão do próprio Karl Marx, referindo-se a Luís Bonaparte, que “a história se repete primeiramente como tragédia e depois como farsa”, devemos nos precaver contra o restabelecimento da esquerda no poder. Os progressistas dominam a arte do disfarce tal qual o “capiroto” ao se  passar por anjo de luz.  É preciso que estejamos alerta e sempre cientes de que na guerra cultural não há trégua. O Foro de São Paulo, programado para acontecer na Venezuela entre os dias 25 e 28 deste mês,  apenas corroborará a pertinácia das trevas. Ainda que nesta ou noutra batalha possamos vencer, o império do mal contra-atacará... de novo. 

Um comentário:

  1. Quem poderá se opor a essa dominação. Atualmente os EUA estão assistindo os acontecimentos e deixando o mal se alastrar na América Latina. Será que os EUA estão de acordo e ou usando a dominação para obter algum proveito futuro.

    ResponderExcluir